Brasil: A taxa de desemprego reduziu em agosto, com avanço tanto do emprego informal quanto formal

Segundo dados da PNAD contínua, a taxa de desemprego passou de 12,8% no trimestre encerrado em julho para 12,6% concluído em agosto. Como comentamos no boletim anterior, a lenta recuperação do emprego desde abril deve-se ao avanço do emprego informal. Entretanto, em julho e agosto, o setor privado com carteira de trabalho passou também a contribuir positivamente.
Leia mais

Os comentários estão fechados.